O que é «Arte do Combate»?

 

E é por isto que a Arte de Liechtenauer é uma Arte verdadeira: porque antes vence pela perícia que pela força. Caso contrário, para que serve a Arte?

– MS 3227a, ~1389.

 

«Arte do Combate» é um projecto de investigação, ré-construção e prática da Kunst des Fechtens, uma arte marcial criada há mais de 600 anos que utiliza a panóplia de armas tardo-medieval e também a luta a mão vazia.

Nas aulas semanais da Arte do Combate podes aprender como utilizar uma espada a duas mãos, uma lança ou luta corpo a corpo na forma em que os mestres medievais ensinavam.

Não é necessário qualquer equipamento para te iniciares, e é adequada para qualquer pessoa, condição física ou idade. Procuramos explícitamente um ambiente inclusivo.

Vem provar uma aula grátis!

Antigamente era a secção de espada longa da Gallaecia in Armis. Desde a dissolução desse colectivo, Arte do Combate nasce como escola de artes marciais históricas europeias dirigida por Diniz Cabreira.

Arte do Combate está sob o amparo de AMHE Compostela, associação dedicada à promoção do estudo e prática das HEMA, e através dela federada na AGEA, a federação galega de esgrima antiga e artes marciais históricas europeias.

Arte do Combate adere a iniciativa da Fighters Against Racism, um movimento internacional para evidenciar as raízes multi-culturais e raciais das artes que treinamos, e o carácter inclusivo e respeitoso das nossas aulas.

O que é a Kunst des Fechtens?

Tens mais informação na secção de teoria desta página, mas estes vídeos podem dar uma boa primeira impressão.


↑ Um bom video promocional do grupo austríaco Indes em que podes ver como desenvolvem diversas técnicas de forma gradual: ataques, contra-ataques, respostas, etc.

↑ Uma entrevista que nos fizeram do Channel 5 britânico quando treinávamos na sala Gallaecia in Armis (em inglês), onde se explica o que são as HEMA dum ponto de vista divulgativo.

A práctica

 

Deves portanto ter uma mente aberta e treinar muito, e quanto mais trabalhes na escola, mais hábil vás ser no verdadeiro Combate.

MS 3227a, ~1389.

 

As HEMA são tanto trabalho de pesquisa e reconstrução como aplicação efectiva: trazemos à prática técnicas históricas, tendo presente o contexto daquelas e as modernas necessidades de integração e segurança.

Trabalhamos de forma ligeira o físico, mas focamos-nos no estudo teórico-prático através de exercícios em pares ou individuais, coreografados ou com oposição, ou de combates livres sob condições de segurança.

As actividades mais violentas são opcionais: acredito com firmeza em que deve cada pessoa decidir o modo em que quer estudar a Arte para cada momento.

Eis a estrutura duma aula tipo:

  • aquecimento,
  • exercícios motores,
  • explicação técnica teórica,
  • trabalho prático sobre a técnica e
  • aplicação controlada da técnica.

Ao que segue, frequentemente, também um terceiro tempo de tertúlia e descontraimento num bar próximo. Porque, à fim do dia, não tudo vai ser trabalho!

↑ Este vídeo presenta um exercício duma aula – uma Regra: uma sequência fixada de movimentos para trabalhar a forma de técnicas básicas.

↑ Aqui podes ver uma explicação duma técnica -o Zornhau- e sub-tecnicas associadas. Este material estuda-se ao longo de várias aulas.

Simuladores de armas

Utilizamos simuladores de armas históricas (com o mesmo peso e dimensões) que têm a ponta enrolada e carecem de fios. Estão feitos dum aço temperado que permite um bom equilíbrio entre flexibilidade e rigidez.

Ponta enrolada dum simulador de espada longa.
Ponta enrolada dum simulador de espada longa: 1cm2 de superfície.
Vários simuladores de espada longa.

Proteções

Utilizamos protecções modernas (máscaras, luvas, jaquetas acolchoadas) e simuladores de armas históricas (espadas, adagas, armas de haste) coas proporções e peso adequados. Também estudamos luta a mão vazia.

Protecções completas para um torneio de espada longa.
Grau máximo de protecções utilizadas em torneios de espada longa. Os exercícios controlados em aulas prescindem de boa parte desse equipamento.

Este equipamento (proteções e simuladores) está disponível para emprestar as pessoas que se iniciam nas aulas. Mais adiante podemos aconselhar e ajudar na compra de equipamento próprio – é importante consultar que material de prática é adequado antes de gastar dinheiro nele.

A teoria

 

É aqui que tem início a Arte do Combate do Mestre Liechtenauer, a pé e a cavalo, com arnês e sem ele…»

— no manuscrito 3227a, de fins do S.XIV.

 

A Kunst des Fechtens é, das tradições medievais de luta, a que deixou mais documentação escrita: temos perto de 300 anos em que dúzias de autores escreveram amplos textos a explicar e estender a Arte para uma variedade de situações e armas.

Estes textos produzem uma grande riqueza terminológica em alto alemão meio. Para te orientares, consulta o nosso campo lexical e glossário em PDF. Tens também um audio-glossário em que podes escutar a pronúncia dos termos.

Esta é uma tradução «livre e útil» da Zettel de Johannes Liechtenauer, adaptada para o estudo que fazemos na Arte do Combate.

As principais fontes que utilizamos para ré-construir a Arte do Combate som as pertencentes à parte mais antiga da mesma, nomeadamente:

Além destes, há uma ampla base de outros tratados serôdios que são úteis para a interpretação dos textos mais antigos. Podes consultar estes através da Wiktenauer, um excelente recurso para a pesquisa nas HEMA.

Aulas & Preços

aulas semanais da Arte do Combate as terças-feiras (martes) de 21h00 a 23h00.

Para o curso 2017 – 2018 vamos dar aulas no Centro Cultural «A Incubadora», no edifício Area Central, em Compostela, Galiza.

O curso inicia oficialmente em Outubro e acaba em Junho, ambos incluídos, mas podes incorporar-te quando quiseres ou puderes. Nos meses de verão há treinos mais informais que dependem da disponibilidade de espaço, férias, etc: consulta chegado o momento.

Podes acercar-te a provar qualquer dia sem compromisso. Se queres ter a certeza de que vamos ter um treino regular, contacta comigo .

Preços

É obrigatório pagar um seguro anual e a filiação à federação galega de HEMA, a AGEA. O seguro dá cobertura médica, e a pertença à federação a licença para atender a certos eventos e actividades, participar da vida associativa das HEMA na Galiza e ter representação colectiva.

Também dá direito a um desconto na compra de livros da AGEA Editora (mas deves escrever directamente, não comprar através da loja).

Preços das aulas:

Aulas semanais
(1 dia, 2h à semana)
25 € / mês
Seguro
e quota federativa
25 € / ano

Estes preços são orientativos: ajustamos em função às necessidades no início de curso. Consulta se tens dúvidas.

 

As aulas semanais são pagas em mão no início de cada mês, e a quota federativa e seguro no início da actividade anual.

Podemos chegar a um acordo para pessoas em situação de desemprego ou semelhante. Contacta comigo .

Se queres agilizar trâmites, podes já trazer cumprimentado este formulário de inscrição nas aulas, limitação de responsabilidade e cessão de direitos para as imagens tomadas nelas.

Pontualmente organizamos também seminários especializados sobre temas específicos em datas a convir —habitualmente em fins de semana. Dependendo de se há que alugar espaços ou trazer instrutores de fora, os preços destes podem ser variáveis. Avisamos deles nas aulas e nas redes sociais — segue-nos lá para estares alerta.

Compra de equipamento & merchandising

És livre de comprar o teu próprio equipamento, mas tem presente que deve ser validado para o seu uso nas aulas da Arte do Combate. Se tens dúvidas, podo indicar-te o que comprar: contacta comigo. Pontualmente arranjamos compras colectivas de simuladores de armas e protecções.

Lembra que empresto equipamento e portanto não necessitas comprar nada para as primeiras aulas —apenas trazer roupa desportiva.

Temos à venda camisolas, suéteres e outro merchandising da Arte do Combate. Não é obrigatório o uso em aulas, mas podes querer presumir delas. Se for assim, visita a nossa…

Outros recursos:

Contacto

Perguntas? Dúvidas?

Podes telefonar para o numero +34 622 26 26 42. Atendo SMS, WhatsApp e Telegram (Galegram!) também.

Ou enviar um e-mail a info@artedocombate.gal.

Mas se preferes, utiliza o formulário que aí vês.

Lembra também que estamos nas redes sociais Facebook e Google+, e que temos um canal de YouTube que podes querer seguir.